A maratona estafante da dona de casa moderna – e a quase completa falta de profissionais domésticos – exige praticidade nos cuidados com a casa. Afinal, haja energia para trabalhar o dia inteiro, cuidar dos filhos, ir ao supermercado, cozinhar, lavar e passar, entre inúmeros outros afazeres.

Eleger os materiais certos para colocar em casa ajuda a diminuir as horas gastas com limpeza e permite mais tempo livre para cumprir outros compromissos e para o lazer.

A arquiteta Adriana Victorelli orienta: “Os pisos que têm brilho refletem a sujeira, assim como os muito claros podem denunciar rapidamente um fio de cabelo, por exemplo”.

Com a ajuda da especialista, listamos 10 tipos de revestimentos que são fáceis de limpar, e que podem ser aplicados em diferentes ambientes. Confira:

Piso da sala

O piso vinílico é perfeito para este ambiente. Segundo Adriana, este revestimento apresenta boa tolerância à água e produtos químicos. “Os laminados têm ótimo custo, mas não oferecem tanta resistência à umidade. Se passar um pano úmido sem enxugar o chão direito, os cantos podem estufar”, diz a especialista.

Banheiro

Por causa do vapor, o ideal é optar por peças maiores que sejam retificadas. “O rejunte epóxi é impermeável e tolera a umidade”, diz Adriana. A especialista recomenda revestimentos em cerâmica e porcelanato. Evite as pastilhas de vidro que têm muito rejunte e, com o tempo, podem ficar com um aspecto escurecido em algumas partes.

Piso da cozinha

O porcelanato fica bem na cozinha, tanto pelo visual estético quanto pelo funcional, já que é um material fácil de limpar. “A própria composição da porcelana já indica que pode utilizar produtos de limpeza neste revestimento, pois ele não fica danificado e não apresenta problema com a umidade”, afirma.

A arquiteta lembra que os porcelanatos retificados (aqueles que têm a borda reta) são melhores porque ele não marca o rejunte, portanto a sujeira não fica impregnada. “Cores claras devem ser evitadas, já que a cozinha é um ambiente em que pode haver respingo de líquidos e onde há circulação de muitas pessoas, o que pode marcar as pegadas”, ressalta a profissional.

Bancada da pia da cozinha 

O granito é mais fácil de limpar do que o mármore, de acordo Adriana, pois o segundo é uma pedra mais “mole”, que começa a ter fissuras e rompe com facilidade. “O granito de cor mais escura é mais adequado, pois não mostra tanta sujeira enquanto tem um aspecto visual legal”, opina a profissional. A arquiteta reforça que este material em uma tonalidade clara mancha com facilidade.

Quarto de brincar 

Aqueles que têm um espaço próprio para os pequenos brincarem, podem investir em lonas de vinil para colocar no chão. Este material recebe uma camada de manta acrílica, o que deixa o piso macio e ajuda a reduzir o impacto das quedas. Neste ambiente, outra boa opção são os pisos vinílicos, que oferecem conforto térmico e segurança à criança, além de serem fáceis de limpar: basta usar álcool, o que facilita, inclusive, a remoção de manchas de caneta.

Quintal 

Para este local o piso não pode ser escorregadio. “Peças cerâmicas e tecnocimento, que é um cimento queimado, são interessantes para esta área. Revestimentos em granelites também podem ser aplicados”, recomenda a arquiteta.

É importante estar atento ao índice de resistência de atrito. Ele deve ser alto para evitar o desgaste do piso quando é esfregado, no momento da limpeza. É possível encontrar esta informação na embalagem do produto.

Piscina 

Existe uma peça que parece pedra pome, que é a pedra hijau. “Ela não acumula lodo e o atrito é bom”, afirma Adriana. A arquiteta diz que a manutenção pode ser feita com uma escovinha e outros passos tradicionais usados para limpar a piscina. O revestimento está disponível nas cores verde e preto.

Cadeiras da varanda 

Por bater muito vento e estar sujeita ao sol e chuva, as cadeiras mais apropriadas para este ambiente é a de fibra sintética. “Além de ter um apelo ecológico e estético, elas são fáceis de limpar”, diz Adriana.

Sofá da sala 

Quem tem criança em casa e sofá de tonalidade clara sabe o quanto a combinação pode causar um desastre em termos de sujeira. “Quem não quiser colocar uma capa, há uma camurça sintética que recebe tratamento de teflon e fica impermeável”, orienta a arquiteta. Adriana lembra que o jogo de luz que a camurça provoca também ajuda a disfarçar a sujeira.

Tinta 

A parede também precisa de cuidado especial e a arquiteta recomenda o uso de tinta acrílica. “Ela é bastante resistente à água, portanto não fica danificada na hora de ser limpa”.

Fonte:www.hofmannimobiliaria.com.br

Artigo escrito por Redação do Fórum da Construção

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

18mar 2015

DRYWAII

quarta-feira, 18/03/2015 Dicas 0 Comment

Monte seu sistema hidráulico em paredes drywall Dicas Adquira os acessórios específicos para o encaixe em estruturas formadas por gesso drywall Optar por paredes de drywall significa uma obra mais rápida e sem muita sujeira nem esforço físico. Formadas por aço galvanizado e chapas de gesso, essa estrutura guarda alguns segredinhos para que o sistema […]

09mar 2015

Deixar o imóvel durante a reforma, contratar um bom profissional e tentar fazer o mais rápido possível, veja essas e outras dicas para quem está planejando reformar a casa ou o apartamento. Reforma de casa ou apartamento. 5 dicas de quem já reformou: A reforma de casa ou apartamento é algo bastante comum, especialmente quando […]

08mar 2015

Todos os anos as indústrias do setor de tintas elegem as cores que vão ser destaques no ano seguinte na decoração. Fique por dentro da escolha de três das principais marcas nacionais. Cor eleita pela Coral, a Sombra de Cedro tem um tom laranja-acobreado, representando uma ênfase renovada no ato de compartilhar. A tonalidade profunda, […]

06mar 2015

A maratona estafante da dona de casa moderna – e a quase completa falta de profissionais domésticos – exige praticidade nos cuidados com a casa. Afinal, haja energia para trabalhar o dia inteiro, cuidar dos filhos, ir ao supermercado, cozinhar, lavar e passar, entre inúmeros outros afazeres. Eleger os materiais certos para colocar em casa […]